Tratamento fisioterápico para escoliose

A fisioterapia é recomendada como a primeira opção de tratamento para pequenas curvas, com a finalidade de impedir sua progressão. Os principais objetivos do tratamento fisioterapêutico são proporcionar o alongamento das cadeias musculares, aumentar a flexibilidade e mobilidade da coluna e melhorar o padrão postural do paciente.

Entre os métodos fisioterapêuticos para o tratamento da escoliose além da cinesioterapia básica, destacam-se a reeducação postural global, o pilates e a estimulação elétrica dos músculos.

Tratamento fisioterápico para escoliose 1

Reducação postural global (RPG) >

Tratamento fisioterápico para escoliose

 O tratamento fisioterapêutico inclui mobilização 3D da coluna vertebral, mobilização do ângulo ilio-lombar (escoliose lombar), educação do paciente e atividades da vida diária, incluindo a correção da posição sentada.

Alguns exemplos de exercícios:

  1. Posição 51: Sentada, com as pernas estendidas, em abdução de quadril e pés em flexão dorsal. Uma mão é apoiada sobre o pé e a mão contralateral apoiada sobre a nuca. Mantendo a coluna reta, o paciente deve realizar uma inclinação anterior de tronco, mantendo o cotovelo para trás.
  2. Posição 52: Sentada, com uma perna estendida com o pé em flexão dorsal e a outra flexionada em rotação interna de quadril. A mão correspondente a perna que está estendida deve tocar o pé e o braço contralateral estendido para trás, como se fosse um prolongamento do tronco. O paciente deve esticar o tronco, alinhando os dois braços.
  3. Posição 53: Sentada, com as pernas estendidas, em abdução de quadril e pés em flexão dorsal. Uma das mãos segura um bastão que é apoiado sobre os pés. O braço contralateral fica estendido para trás, como se fosse um prolongamento do tronco. O paciente deve realizar uma inclinação anterior de tronco, abaixando o cotovelo do braço da frente, alinhando os dois braços, promovendo uma rotação dos ombros e mantendo a cabeça alinhada.

O método de tratamento de escoliose envolve cinco estágios:

  1. A abordagem para a avaliação.
  2. Consciência sobre a deformidade do tronco.
  3. O que fazer: exercícios de amostra.
  4. O que não fazer e por quê.
  5. Esporte ou apenas fisioterapia?

Fase I: abordagem para avaliação

A abordagem considera três fatores na determinação do regime de terapia a seguir: a idade do paciente, o desequilíbrio postural e o ângulo Cobb.

Estágio II: Consciência sobre a deformidade do tronco

A abordagem usa visualização com espelhos e vídeo para ajudar na correção da curva.

Tratamento fisioterápico para escoliose 2

Paciente de escoliose desenvolvendo autoconsciência de defeitos posturais com a ajuda de um gravador de vídeo e retorno de vídeo em tempo real.

Fase III: O que fazer: exercício de amostra

A base do método é evitar a extensão da coluna vertebral durante o exercício e melhorar a cifose torácica da região com a lordose da coluna lombar, assim como correção no plano frontal, a mobilização segmentares, a estabilização do núcleo, propriocepção, equilíbrio e estabilização.

Tratamento fisioterápico para escoliose 3

Mobilização torácica ativa, promovendo a cifose.

Tratamento fisioterápico para escoliose 4

Correção lombar ativa, promovendo a lordose.

Tratamento fisioterápico para escoliose 5

(A, B): exercício torácica ativo com um passador (A) e uma bola suíça (B).

Tratamento fisioterápico para escoliose 6

Exercício de mudança torácica e de direção ativa. As setas na radiografia e o diagrama mostram a direção da mudança torácica e a destruição da caixa torácica quando o exercício é realizado.

Tratamento fisioterápico para escoliose 7

(AB): exercícios de equilíbrio e propriocepção em uma bola suíça (A) e em uma placa de equilíbrio (B).

Tratamento fisioterápico para escoliose 8

Exercícios de estabilização da coluna.

Tratamento fisioterápico para escoliose 9

Vários exercícios padrão em uso de colete promovendo a força do núcleo (superior esquerda), a respiração e a mudança torácica (parte inferior) e o alongamento.

Tratamento fisioterápico para escoliose 10

(AB): Vários exercícios padrão em um colete fundido promover correção postural (A) e núcleo de reforço (B).

Etapa IV: o que não fazer e por que

O método evita movimentos extremos do plano sagital (flexão e extensão) e exercícios que causam falta de ar.

Etapa V: esporte ou apenas fisioterapia?

O método ensina aos pacientes como praticar esportes e os melhores e piores esportes para a escoliose.

Tratamento fisioterápico para escoliose 11

Recomendações de nível de atividade por idade de acordo com os princípios de tratamento.

O uso da mecânica respiratória, ativação muscular e mobilização

O método utiliza respiração angular rotacional com o diafragma para aumentar a capacidade pulmonar. O método também melhora a resistência da profunda musculatura paravertebral e o núcleo e centra-se na mobilização para melhorar a correção .

Tratamento fisioterápico para escoliose 12

O método usa exercícios de respiração, realizado ao usar um colete, aumenta a capacidade pulmonar.

Tratamento fisioterápico para escoliose 13

Mobilização torácica ativa. As setas no diagrama à direita mostram a direção da mobilização torácica da caixa torácica.

Tratamento fisioterápico para escoliose 14

Mobilização lombar ativa . O diagrama à direita mostra escoliose lombar.

Mobilização das articulações costovertebrais.

Tratamento fisioterápico para escoliose 15

Descrição da mecânica de exercício mais relevante 

  1. Mentir: kofatização com uma almofada.
  2. Rolling: posição fetal com uma almofada e derotation em uma bola suíça com cifose.
  3. Sentado: ajustes da lordose lombar na posição sentada e mobilização em uma bola suíça.
  4. Em pé.

Atividades de vida diária e esporte

O método ajuda os pacientes a desenvolver a postura correta enquanto está sentado em uma mesa para escrever erm papel ou escrever em um computador. Os esportes de grupo, como o basquetebol, são parte essencial do tratamento, pois ajuda a alongamento vertical e flexibilidade espinhal.

Tratamento fisioterápico para escoliose 16

Pilates >

Cuidados durante a prática de exercícios para a escoliose

Em qualquer processo de reabilitação da coluna vertebral o profissional deve ter cuidado com o grau da lesão e a intensidade dos sintomas. Todos os exercícios devem ser orientados em relação à postura adequada, o momento correto para a realização da respiração e a amplitude de movimento máxima permitida.

O fisioterapeuta deve estar sempre alerta em relação a compensações, principalmente de quadris e ombros, a fim de evitar sobrecarga da musculatura. Outro fator importante é o alinhamento postural, que também deve ser o foco principal do fisioterapeuta no processo de reabilitação.

Além disso, a presença de outras patologias deve ser observada, como presença de osteoporose ou artrose, por exemplo. Algumas vezes os pacientes chegam com outras queixas e a escoliose acaba sendo descoberta no decorrer do tratamento pelo olhar clínico do avaliador, tendo o fisioterapeuta que em suas condutas organizar exercícios para o tratamento das duas alterações, sem que uma interfira no progresso da outra.

Geralmente, esses pacientes apresentam tensão da região cervical, que em alguns casos pode estar associada com a presença de dor. Durante a realização de exercícios abdominais com flexão anterior de tronco é necessário muito cuidado para que a musculatura trabalhada seja realmente a abdominal e não ocorra compensação na região cervical, evitando assim que uma dor seja “desencadeada” pelo tratamento.

Se o paciente possuir muita dificuldade em realizar esses movimentos, uma solução é iniciar o tratamento buscando posturas que promovam a ativação da musculatura abdominal sem a realização da flexão anterior de tronco.

Uma opção é em decúbito dorsal com flexão de 90° de quadril e joelhos, realizar a extensão de membros inferiores, unilateral ou bilateralmente. A prancha ventral também é uma opção para pacientes que possuem um controle corporal mais desenvolvido.

Com o passar do tratamento, quando o fisioterapeuta observar que a musculatura já está um pouco fortalecida e o aluno já possui a consciência corporal para a realização de exercícios de fortalecimento de abdominal padrão, então o exercício com flexão anterior de tronco pode voltar a ser executado.

Marcar tratamento >
Causas da dorsalgia >

TEM ALGUMA DÚVIDA? Então deixe uma pergunta nos comentários abaixo, que será respondida.

Compartilhe essa informação!
Fisioterapia Brasília DF
Fisioterapia Brasília DF

Clínica Salus Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura em Brasília / DF. Tratamentos fisioterápicos completos, com reeducação postural global e Pilates. Possuímos protocolos exclusivos baseados na análise do movimento e dinamometria. Tratamentos com ortotripsia, procedimentos de infiltração, viscossuplementação com ácido hialurônico e bloqueios para tratamento da dor guiados por ultrassom.

2 Comments

Fabio Motta

Muito bom o artigo, super recomendo.. Quiro Salus - Quiropraxia https://quirosalus-quiropraxia.com.br/

Resposta
Fisioterapia Brasília DF

Obrigado, Fabio.

Resposta

Escreva uma Mensagem ou Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *