TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO DAS LESÕES DE MENISCO

Tipos de lesões no menisco

As lesões de menisco são classificadas de acordo com a localização, relacionando-se à vascularização meniscal, e quanto ao padrão da lesão. Assim, de acordo com a vascularização, três regiões são descritas: vermelha-vermelha, no terço periférico do menisco; branca-branca, que corresponde aos dois terços internos avasculares; e a zona de transição vermelha-branca, que fica entre as duas anteriores.

Quanto ao padrão da lesão, são classificadas como verticais, horizontais e complexas. E ainda podem ser classificadas em degenerativa e traumática.

Lesão Degenerativa

A lesão degenerativa do menisco é mais encontrada em pessoas com mais de 40 anos. Este tipo de lesão é causado pelo desgaste natural da cartilagem e perda das propriedades elásticas dos meniscos, que ficam mais frágeis e susceptíveis a traumas. Os tipos de lesão mais frequentemente encontrados são horizontais, oblíquas e complexas.

Lesão por trauma

As lesões meniscais traumáticas estão diretamente relacionadas a eventos de trauma direto como entorses ou movimentos rotacionais bruscos. É mais encontrada em indivíduos jovens praticantes de esporte. Este tipo de lesão meniscal é caracterizada por lesões verticais, as quais são subdivididas em longitudinais, radiais e oblíquas. É muito comum a lesão do menisco vir associada a lesão ligamentar, principalmente ao ligamento cruzado anterior (LCA).

Identificando o risco de lesão no menisco

Apresentam risco de lesão indivíduos jovens praticantes de esporte como futebol, basquete, e lutas no geral, entre outras, devido à exposição ao risco de entorses e golpes direto. E ainda, pessoas acima dos 50 anos, as quais já podem estar apresentando degeneração da cartilagem e do menisco devido ao processo do envelhecimento.

Processo de reabilitação através da fisioterapia

TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO DAS LESÕES DE MENISCO 1

A fisioterapia é considerada um tratamento conservador, ou seja, é uma alternativa para indivíduos que não apresentam necessidade de intervenção cirúrgica, podendo estar associada ao uso de anti-inflamatórios. É indicada em casos de lesão degenerativa do menisco ou lesões traumáticas menores visualizadas através da ressonância magnética.

A reabilitação visa diminuir os sintomas inflamatórios e dolorosos, manutenção ou ganho da amplitude de movimento, fortalecimento muscular, aumento da estabilidade articular, estimulação proprioceptiva, condicionamento aeróbico, e retorno a atividade esportiva ou de vida diária.

Prevenindo lesões no menisco

A melhor forma de prevenir lesões meniscais é evitar trauma direto e movimentos rotacionais bruscos, além do fortalecimento global da musculatura, principalmente do tronco ( CORE, que é o “centro do nosso corpo”). O tronco é formado por vários músculos profundos localizados no tronco, abdômen, quadril e assoalho pélvico. E estes músculos estando fortalecidos, permitem uma melhor mobilidade dos membros, tanto inferiores quanto os superiores, ficando menos susceptíveis a lesões.

Exercícios fisioterapêuticos para lesões meniscais

Alongamentos necessários para os músculos do joelho

O alongamento muscular é muito importante para o ganho de flexibilidade, e manutenção da amplitude de movimento. Pode ser realizado passivamente, ou de forma ativa.

  1. Alongamento passivo do músculo isquiotibiais
  2. Alongamento passivo do tensor da fáscia a lata e glúteo médio
  3. Alongamento dos músculos quadríceps, tríceps sural e isquiotibiais

Exercícios para restabelecimento da amplitude articular

Podem ser utilizadas mobilizações passivas, e técnicas de terapia manual com Maitland e Mulligan, que além de auxiliarem na recuperação da amplitude articular, promovem o alívio da dor.

Fortalecimento muscular

Deve ser realizado o fortalecimento global da musculatura bilateral, incluindo tronco e membros superiores, e não apenas dos membros inferiores, porém o foco é do membro que o menisco está lesionado. Os exercícios de fortalecimento podem ser realizados de forma isométrica e isotônica, com uso de caneleiras e elásticos.

  1. Fortalecimento de Glúteo Médio

Inicialmente, é realizado o fortalecimento de quadríceps e flexores de quadril com o membro inferior em extensão de joelho, posição de maior estabilidade da articulação.

  1. Fortalecimento isométrico dos músculos de iliopsoas e quadríceps

A mecanoterapia também é indicada, de acordo com a fase que o indivíduo se encontra. Deve ser usada com cautela, dentro de uma angulação segura.

Treino funcional proprioceptivo

Propriocepção é o termo utilizado para descrever a percepção do próprio corpo e inclui a consciência da postura, sensação do movimento e posicionamento da articulação. As articulações necessitam de informações precisas e rápidas sobre o correto posicionamento articular, o grau de amplitude e alinhamento corporal.

Os movimentos ou mudanças na posição de uma articulação estimulam uma variedade de receptores que permitem a apreciação consciente da posição dos membros no espaço. O objetivo do treinamento funcional proprioceptivo é manter o equilíbrio postural e a estabilidade articular para promover o retorno dos indivíduos as atividades diárias e esportivas.

Os treinos funcionais proprioceptivos devem ser compostos por exercícios dinâmicos, multidirecionais e com instabilidade, ou seja, deve-se causar propositalmente desequilíbrio e instabilidade durante a execução de determinados exercícios, ativando ao máximo os receptores sensoriais e fibras musculares.

Dessa forma, saltos, corridas, mudanças abruptas de direção e exercícios resistidos realizados em superfícies instáveis fazem parte de um programa proprioceptivo. Diversos equipamentos podem ser utilizados, tais como: bolas suíças, bozzu, cama elástica, balancinho, e pisos irregulares (areia, gramado, terrenos acidentados), etc.

Tratamento alternativo para a lesão meniscal

Nos casos onde o tratamento conservador, ou seja, a fisioterapia, não obteve sucesso, a cirurgia artroscópica (cirurgia com 2 ou 3 cortes pequenos na frente do joelho) com a remoção do fragmento lesionado do menisco deverá ser realizada. Nos casos de lesão degenerativa, a sutura (costura) meniscal está contraindicada, já que não há chance de cicatrização.

Em casos de lesão meniscal por trauma do joelho, o que acontece normalmente em pacientes mais jovens e desportistas, o tratamento normalmente é cirúrgico com a tentativa de sutura (costura) do menisco lesionado por artroscopia. Porém, não são todas as lesões de menisco que são passíveis de sutura.

As lesões fora da zona vermelha (zona que recebe o suprimento sanguíneo – o terço mais periférico do menisco) tem chances menores de cicatrização, e por isso, a remoção do fragmento deverá ser considerada.

Exercícios fisioterapêuticos que não devem ser praticados com lesão no menisco

O indivíduo que apresenta lesão meniscal não deve realizar exercícios que estimulem o limite da amplitude máxima do movimento de flexão do joelho, ou qualquer exercício que cause rotação da tíbia sobre o fêmur.

O que esperar do tratamento fisioterapêutico?

O tratamento fisioterapêutico vem ganhando reconhecimento nos últimos anos, possibilitando um grande potencial de recuperação, e apresentando bons resultados em até 70% dos casos de lesões meniscais. Lembrando que, o sucesso e o resultado alcançado vai depender da dedicação do indivíduo durante o processo de reabilitação, e na continuidade dos exercícios aprendidos.

Agende sua fisioterapia >

TEM ALGUMA DÚVIDA? Então deixe uma pergunta nos comentários abaixo, que será respondida.

Fisioterapia Brasília DF
Fisioterapia Brasília DF

Clínica Salus Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura em Brasília / DF. Tratamentos fisioterápicos completos, com reeducação postural global (RPG), quiropraxia, acupuntura e Pilates. Possuímos protocolos exclusivos baseados na análise do movimento e dinamometria. Tratamentos com ortotripsia, procedimentos de infiltração, viscossuplementação com ácido hialurônico e bloqueios para tratamento da dor guiados por ultrassom.

No Comments

Escreva uma Mensagem ou Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *