Fisioterapia preventiva

A fisioterapia é composta por diversas especializações, cada uma com técnicas e objetivos diferentes. Uma delas é a preventiva, que combina exercícios, métodos e equipamentos para prevenir lesões e outros problemas físicos.

Nas sessões, são realizados exercícios de relaxamento, alongamento e respiratórios, com o objetivo de melhorar a postura, a flexibilidade e reduzir o estresse do dia a dia. Por isso mesmo, deve ser praticada com frequência, por cerca de 20 a 40 minutos.

Fisioterapia preventiva 1

Para quem ela é mais indicada?

Uma das grandes vantagens da fisioterapia preventiva é que ela é bem versátil, por isso pode ser feita por pessoas de todas as idades e com diferentes perfis. No entanto, ela ganha interesse especial para três grupos específicos. A seguir, falaremos sobre cada um deles.

Idosos

Muitos problemas de saúde acompanham o envelhecimento. As pessoas mais velhas tendem a ter os ossos, músculos e tendões enfraquecidos, além de uma maior rigidez nas articulações. Tudo isso somado a algumas doenças relacionadas pode prejudicar a prática de várias atividades físicas.

Entretanto, isso não significa que os idosos devam ficar parados. Muito pelo contrário, pois praticar exercícios é fundamental para qualquer pessoa. E é aí que entra a fisioterapia preventiva. Ela evita várias doenças e reduz o risco de complicações em casos de acidentes, como quedas, que são muito mais graves em pessoas com idade mais avançada.

Trabalhadores

O ambiente de trabalho é cheio de agravantes que podem comprometer a saúde das pessoas. Assim, estresse, pressão, postura inadequada, movimentos repetitivos e vários outros problemas são grandes geradores de doenças.

Por isso, muitas empresas estão aderindo cada vez mais à fisioterapia preventiva na forma de ginástica laboral e treinamentos físicos. São exercícios de relaxamento e alongamento feitos no próprio local de trabalho, que melhoram as funções do organismo.

Essas práticas são importantes para a prevenção de doenças cardiovasculares, ansiedade, estresse, problemas emocionais, Lesões por Esforço Repetitivo (LER) ou Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT), problemas de postura, entre outros.

Adotar esse tipo de treinamento oferece muitos benefícios para os trabalhadores, mas também para os empresários. Ao adotar a fisioterapia preventiva, acabam reduzindo os gastos com planos de saúde, faltas ao trabalho, além de aumentar a produtividade dos colaboradores.

Atletas

Ao contrário dos dois grupos anteriores, é comum pensar que os atletas são mais saudáveis por conta do treinamento constante e, por isso, não precisariam da fisioterapia preventiva. Mas isso é um equívoco, uma vez que eles podem se beneficiar de um melhor rendimento e desempenho nos treinos e nas competições, e, principalmente, evitar lesões bem comuns.

Assim, podem ser trabalhados grupos musculares específicos de cada atleta, que são mais exigidos na modalidade praticada. É possível melhorar o condicionamento físico, a flexibilidade e a força dos músculos de acordo com as necessidades do indivíduo.

Para isso, deve-se considerar fatores de risco, além da modalidade em si:

  • lesões prévias;
  • idade e gênero do atleta;
  • se o esporte é coletivo ou individual;
  • o nível de competição;
  • a exigência de maior contato físico entre os competidores;
  • condições físicas gerais.

Quais são os principais benefícios?

Por meio das indicações dos grupos mencionados anteriormente (idosos, atletas e trabalhadores), você já deve ter percebido os principais benefícios da fisioterapia preventiva. Mas, de modo geral, podemos dizer que ela traz os seguintes benefícios para qualquer pessoa:

  • aumenta o condicionamento físico;
  • promove uma maior consciência corporal;
  • reduz o risco de lesões e fraturas;
  • melhora a postura;
  • ativa a circulação sanguínea e linfática;
  • melhora as funções cardiorrespiratórias;
  • reduz o estresse e o cansaço;
  • aumenta a autoconfiança e a autoestima.

Outra vantagem é que a fisioterapia preventiva pode ser feita em conjunto com as modalidades de reabilitação, como hidroterapia, crioterapia, massoterapia, entre outros. Sendo assim, nada impede que um paciente em recuperação também faça exercícios de prevenção.

Para as clínicas de fisioterapia e os profissionais, pode ser o que falta para se destacarem dos demais. Em um mercado competitivo, é fundamental poder oferecer um serviço diferenciado, que vai muito além do trabalho terapêutico.

Como a fisioterapia preventiva pode ser feita no dia a dia?

Não é nada complicado de se implantar a fisioterapia preventiva no dia a dia. Nas empresas, é possível introduzir programas específicos, que realizem as atividades na própria estação de trabalho. Os exercícios podem ser feitos em pé, por cerca de 20 minutos no início ou no fim do expediente.

No caso dos idosos, já existem diversos grupos de terceira idade bem-sucedidos que oferecem esse tipo de prática. No entanto, é importante que as clínicas estejam aptas para receber esse grupo, com todas as necessidades específicas que eles apresentam.

Os atletas também precisam de cuidados apropriados, o que geralmente é feito nos próprios centros de treinamento. De qualquer forma, o fisioterapeuta precisa estar preparado, já que essa pode ser uma boa oportunidade profissional e de negócios.

Independentemente do público, é necessário que a fisioterapia preventiva seja feita por profissionais, de preferência, especializados na área. Os fisioterapeutas é que são preparados para oferecer um serviço adequado, sendo responsáveis por orientar as pessoas em como realizar os exercícios e sobre os benefícios da prática.

Agendar um tratamento >
Saiba mais sobre o RPG >

TEM ALGUMA DÚVIDA? Então deixe uma pergunta nos comentários abaixo, que será respondida.

Fisioterapia Brasília DF
Fisioterapia Brasília DF

Clínica Salus Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura em Brasília / DF. Tratamentos fisioterápicos completos, com reeducação postural global (RPG), quiropraxia, acupuntura e Pilates. Possuímos protocolos exclusivos baseados na análise do movimento e dinamometria. Tratamentos com ortotripsia, procedimentos de infiltração, viscossuplementação com ácido hialurônico e bloqueios para tratamento da dor guiados por ultrassom.

No Comments

Escreva uma Mensagem ou Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *