Benefícios da fisioterapia

Os benefícios da fisioterapia para o paciente podem ser vistos tanto em relação aos aspectos preventivos quanto curativos. Todos os exercícios orientados pelo fisioterapeuta direcionam para a recuperação de uma lesão ou a preparação física correta.

Para tanto, é imprescindível uma análise minuciosa da situação clínica do paciente, formulação de hipóteses diagnósticas, solicitação de exames musculares complementares e instituição de intervenções precisas e condicionadas.

As sessões de fisioterapia são determinadas conforme as metas terapêuticas a serem alcançadas e dependem muito da disciplina e empenho dos pacientes que executarão as práticas.

Benefícios da fisioterapia 1

1. Melhoria da postura corporal

As sessões de fisioterapia podem modificar o erro postural observado na maioria dos indivíduos. A coluna vertebral tende a adaptar o corpo conforme a forma como a pessoa realiza suas atividades cotidianas.

Para aqueles que assistem televisão deitados no sofá ou utilizam os aparelhos eletrônicos com a cabeça encurvada, é preciso corrigir a postura o quanto antes a fim de evitar o desenvolvimento de distorções musculares.

Nesses casos, as correções posturais devem ser feitas gradativamente, com a ajuda de um profissional e reavaliadas sempre que necessário para evitar dores na parte lombar ou cervical da coluna.

O fisioterapeuta é o profissional mais indicado para esse tratamento, pois impede a realização de posições que sobrecarreguem os ossos e os músculos, propiciando conforto e bem-estar ao paciente e prevenindo lesões.

2. Diminuição de dores osteomusculares

Algumas pessoas desenvolvem dores crônicas de origem articular ou disfunções em decorrência de quedas ou acidentes graves. Nesses casos, as sessões de fisioterapia são imprescindíveis para o prognóstico favorável.

As dores crônicas causam uma inflamação muscular e, portanto, apenas as medicações analgésicas e anti-inflamatórias não são suficientes para reverter o quadro clínico.

Nesse sentido, a fisioterapia traumato-ortopédica propiciará a diminuição da dor e a eliminação do processo inflamatório, além de melhorar a força muscular e ajudar no retorno gradativo às atividades cotidianas e à prática de exercícios físicos.

3. Melhoria do condicionamento físico

Por meio da fisioterapia esportiva, os profissionais clínicos analisarão o paciente quanto à possibilidade de instituir intervenções para reabilitar, prevenir ou aperfeiçoar o desempenho físico.

A reabilitação tem o propósito de retomar o grau de eficiência muscular ora perdido em decorrência de uma lesão grave no esporte ou devido a algum acidente que comprometeu as articulações.

A prevenção de lesões é direcionada a atletas de alto rendimento que necessitam de cuidados especializados e personalizados, conforme a rotina física estabelecida pelos preparadores físicos.

Sabendo que os atletas de alto desempenho forçam demasiadamente a musculatura, os fisioterapeutas podem intervir para instituir exercícios que relaxam os indivíduos nos períodos de ausência de treinos.

4. Redução de medidas corporais

A fisioterapia dermato-funcional tem o propósito de reduzir as medidas corporais, diminuir a adiposidade localizada, melhorar os aspectos da pele e garantir uma aparência estética alinhada aos desejos dos pacientes.

Nesse sentido, as intervenções podem ser a aplicação de toxina botulínica para diminuir as rugas, massagens faciais para reduzir a elasticidade, entre outras terapias.

Também podem ser utilizados aparelhos que minimizam as celulites, eliminam a gordura por meio de técnicas de congelamento (criolipólise) e ajudam na busca pela satisfação com o corpo.

5. Auxílio nos transtornos respiratórios

A fisioterapia respiratória é outra área extremamente importante para recuperação do quadro clínico do paciente. Trata-se de intervenções não invasivas, que auxiliam na expulsão de secreções que dificultam a respiração.

As manobras fisioterapêuticas podem ajudar pacientes de todas as faixas etárias, melhorando a função pulmonar e regulando a troca efetiva de oxigênio — elemento essencial para a sobrevivência das células.

Assim, o trabalho dos fisioterapeutas tem o intuito de remover as secreções brônquicas acumuladas, melhorando o condicionamento físico e diminuindo o tempo de internação hospitalar.

6. Prevenção de lesões decorrentes do envelhecimento

Com o avançar da idade, uma fraqueza óssea é esperada, em parte proveniente de disfunção hormonal e em outra devido à imobilidade própria da idade. Os pacientes tendem a diminuir suas atividades físicas e os músculos vão ficando inativos.

Os fisioterapeutas geriátricos contribuem para retomar as atividades físicas dos idosos, conforme as condições clínicas apresentadas. As sessões podem ser feitas em domicílio ou em clínicas multiprofissionais.

Os principais pontos de atuação profissional envolvem as readequações posturais, o aumento da força muscular, a diminuição das dores e do cansaço, além de mudanças positivas na coordenação motora e nas funções neurológicas.

7. Recuperação neurológica de pacientes

Indivíduos que sofreram traumatismos cranianos, estão acamados ou têm doenças neurodegenerativas podem se beneficiar de alguns exercícios fisioterapêuticos. Trata-se da área da fisioterapia neuro-funcional.

As lesões cerebrais podem gerar problemas de mobilidade, disfunção da marcha e do equilíbrio e alterações nos processos articulares. Dependendo da condição clínica do paciente, o neurologista e o fisioterapeuta trabalharão em conjunto para uma abordagem integrada e holística.

Sendo assim, exercícios executados em piscina (hidroterapia), a utilização da prancha ortostática, além de diversos métodos clínicos efetivos (Kabatk, Bobath etc.) poderão melhorar as funções motoras.

8. Reinserção do paciente oncológico

O câncer é considerado uma doença sistêmica debilitante. Em geral, os medicamentos quimioterápicos têm reações adversas intensas, que causam dores articulares, fraqueza, emagrecimento, perda de massa magra, entre outros.

Após o controle da doença, e dependendo da situação do paciente, é importante a instituição de práticas fisioterapêuticas para preservar, desenvolver ou restaurar a integridade dos movimentos.

Todo o processo visa reinserir o paciente em suas atividades da vida cotidiana, além de garantir mais qualidade de vida aos que necessitam de cuidados clínicos contínuos.

Agendar um tratamento >
Saiba mais sobre tratamento fisioterápico >

TEM ALGUMA DÚVIDA? Então deixe uma pergunta nos comentários abaixo, que será respondida.

Compartilhe essa informação!
Fisioterapia Brasília DF
Fisioterapia Brasília DF

Clínica Salus Ortopedia, Fisioterapia e Acupuntura em Brasília / DF. Tratamentos fisioterápicos completos, com reeducação postural global e Pilates. Possuímos protocolos exclusivos baseados na análise do movimento e dinamometria. Tratamentos com ortotripsia, procedimentos de infiltração, viscossuplementação com ácido hialurônico e bloqueios para tratamento da dor guiados por ultrassom.

No Comments

Escreva uma Mensagem ou Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *